Províncias

Pesca artesanal em rios e lagos

O Departamento de Pescas da Direcção Provincial do Huambo da Agricultura e Desenvolvimento Rural registou em 2013 a captura de 220 toneladas de peixe, por 36 cooperativas e associações de pescadores.

A informação foi avançada terça-feira pelo chefe do Departamento de Pescas da Direcção, Anás Vídeo, em declarações à Angop, detalhando que foram capturadas 88,8 toneladas de cacusso, 27,3 de bagre, 2,5 de hunga e 101,8 toneladas em espécies diversas.
Em relação ao ano anterior, verificou-se um crescimento na ordem dos 24 por cento. O mês de Maio foi o período mais produtivo, ao longo do qual foram capturados 29, 9 toneladas de peixe.
A instituição controla na província 32 associações de pescadores, que desenvolvem as suas actividades nos rios, lagos e lagoas.
O rios Cunene, Keve, Cunhoñgamua e a barragem do Cuando são os mais navegados.
O pescado é vendido na sua maior parte nos mercados locais e o resto é comercializado noutras províncias.

Tempo

Multimédia