Províncias

Polícia prende violador de menor na vila da Caála


A Polícia Nacional no Huambo prendeu, quinta-feira, o suposto violador de uma criança de quatro anos de idade, informa uma nota da corporação, a que a Angop teve acesso.

A Polícia Nacional no Huambo prendeu, quinta-feira, o suposto violador de uma criança de quatro anos de idade, informa uma nota da corporação, a que a Angop teve acesso.
Segundo uma nota, sessenta e três cidadãos acusados da prática de crimes diversos, foram detidos nos últimos sete dias, pela Polícia Nacional, na província do Huambo.
De acordo com nota da corporação, Amós Sicato, 24 anos, foi preso no bairro Kangola, arredores da cidade da Caála, por ter supostamente violado, no dia 7, na mesma comunidade, uma menor devidamente identificada nos autos.
Três outros cidadãos, com 17, 23 e 55 anos, respectivamente, foram igualmente presos pela polícia entre os dias 9 e 12 de Setembro, por suposto envolvimento na prática de homicídios voluntários, nos municípios do Huambo, Bailundo e Ukuma. No município do Londuimabli, a polícia continua a perseguir um grupo de indivíduos não identificados suspeitos de terem incendiado, a 7 deste mês, uma residência na aldeia de “Catuco”, adstrita ao sector de Vila Franca.
Este crime, caracterizado por fogo posto, provocou a destruição da residência, de mobiliários e de diversos bens de uso doméstico.
A polícia esclarece ainda que ao longo da semana de 5 a 12 de Setembro registou 40 crimes de natureza diversa, com uma média de esclarecimento de seis casos/dia.
O município do Huambo, sede da província, liderou, nesse período, os índices de crimes com 25, seguido da Caála, com quatro, Katchiungo, três, Ukuma e Mungo com dois cada, Ekunha, Londuimbali, Bailundo e Tchicala-Tcholohanga com um por circunscrição.

Tempo

Multimédia