Províncias

Posto de Saúde do Macolocolo sem água e energia eléctrica

Adolfo Mundombe |Huambo

O centro de saúde do Macolocolo, Huambo, está há dois meses há cerca de dois meses sem energia eléctrica, reagentes e água potável, disse, ao Jornal de Angola, o chefe de enfermagem do estabelecimento.
 

O centro de saúde do Macolocolo, Huambo, está há dois meses há cerca de dois meses sem energia eléctrica, reagentes e água potável, disse, ao Jornal de Angola, o chefe de enfermagem do estabelecimento.
Atos Amões frisou que a situação dificulta a realização de análises clínicas e impede o funcionamento de outros serviços. “Nos últimos dois meses, temos vivido situações críticas, temos de recorrer a velas e não temos há água canalizada”, lamentou.
O centro de Macolocolo, com sete camas, atende diariamente entre 20 a 30 pessoas e interna, todos os meses, cerca de uma dezena.
A malária e as doenças respiratórias agudas são as principais doenças registadas no centro.  

Tempo

Multimédia