Províncias

Processo de registo gratuito chega à comuna da Chipipa

Tatiana Marta | Huambo

Mais de quatrocentos habitantes da localidade de Belo Horizonte, comuna da Chipipa, no Huambo, estão a receber cédulas pessoais, numa iniciativa da administração municipal e da Conservatória do Registo Civil da província.

Fotografia: JAIMAGEM

O administrador comunal da Chipipa, Raimundo Rafael, disse ontem, no acto de entrega das primeiras cédulas, que o processo de registo gratuito a nível da comuna da Chipipa já abrangeu mais de três mil cidadãos, nos últimos meses.
Raimundo Rafael disse que a população da comuna da Chipipa, em particular das povoações de Ombala de Cayaya, agradece ao Executivo pela criação do sistema de registo gratuito. “Na nossa Ombala já beneficiaram de registo de nascimento gratuito mais de três mil cidadãos e aguardamos apenas a equipa de emissão dos bilhetes de identidade para finalizar o processo”, disse o administrador.
O administrador municipal do Huambo, João Sérgio Raul, disse que o governo vai continuar empenhado no processo para que um maior número de cidadãos recebacédulas e certidões de nascimento, no âmbito do processo de registo gratuito. João Sérgio Raul considerou que todos estes benefícios estão a ser implementados graças à situação de paz que permite a livre circulação de pessoas e bens a nível de todo o território nacional.
“Administração Municipal do Huambo está a trabalhar afincadamente no registo de menores e adultos, para a aquisição de cédulas e obtenção do primeiro Bilhete de Identidade”, disse o administrador.

Ganhos da paz

João Sérgio Raul adiantou que a paz fez diminuir a fome e a pobreza nas comunidades, permitiu a reabilitação das vias rodoviárias e a construção de postos de saúde e escolas na comuna da Chipipa.
Com essas acçõs, acrescentou, pretende-se melhorar a assistência médica, baixar os índices de mortalidade nas comunidades, inserir mais crianças no sistema normal de ensino e aprendizagem, bem como facilitar as trocas comerciais. 
Segundo o administrador, em Belo Horizonte está em curso a construção de um centro de saúde de referência. “Este Centro de Saúde, em construção na localidade de Belo Horizonte, vai atender também casos de sinistralidade rodoviária, por estar localizado numa via que liga o município do Bailundo e o Huambo”, salientou. O administrador ofereceu diversos bens à população da localidade e motorizadas às autoridades tradicionais.

Tempo

Multimédia