Províncias

Produção de electricidade alternativa está a ser estudada na cidade do Huambo

Especialistas angolanos e brasileiros estão a avaliar o potencial florestal da província do Huambo, com o objectivo de prepararem um projecto de produção de electricidade a partir da exploração de eucaliptos, anunciou, na terça-feira, o governador Faustino Muteka.

Produção de energia vai aumentar
Fotografia: Jornal de Angola

Especialistas angolanos e brasileiros estão a avaliar o potencial florestal da província do Huambo, com o objectivo de prepararem um projecto de produção de electricidade a partir da exploração de eucaliptos, anunciou, na terça-feira, o governador Faustino Muteka.
 Ao falar num encontro com quadros do governo provincial e da administração do Tchindjendje, Faustino Muteka afirmou que, a partir do potencial do perímetro florestal de eucaliptos do Cuima vai poder produzir-se cerca de 60 megawats de electricidade.
 A produção de energia a partir do eucalipto, caso seja concretizada a ideia, vai aumentar progressivamente os índices de electrificação da região e marcar uma nova era na exploração e conservação dos perímetros florestais da província.
 Neste momento, decorrem trabalhos de reabilitação e reconversão da barragem do Ngove, 120 quilómetros a Sul da cidade do Huambo, empreendimento que, anunciou Faustino Muteka, deve gerar, ainda antes do final deste ano, cerca de 20 megawats de electricidade para a província.
O projecto, que inclui a instalação de três turbinas, vai permitirá, até meio de 2011, a produção de 60 megawats de electricidade, 20 dos quais para a província do Bié.
 Especialistas estimam que para a concretização do programa de desenvolvimento industrial do Huambo é necessário o suporte da produção e distribuição de mais de 100 megawhats.

Tempo

Multimédia