Províncias

Profissionais incentivados a apostarem na investigação

Juliana Domingos| huambo

Profissionais da Saúde foram incentivados  a apostar mais na investigação científica, durante as primeiras jornadas realizadas no Instituto Superior Politécnico Sol Nascente, na cidade do Huambo, com vista a melhorar a sua prestação no sector.

Objectivo é melhorar a assistência médica
Fotografia: Paulo Mulaza-Edições Novembro

Com duração de dois dias, as primeiras Jornadas Científicas da Saúde debateram temas ligados à investigação no sector da Saúde, no âmbito do ensino universitário e o seu impacto na qualidade da formação profissional.
Durante os debates, os especialistas abordaram vários temas entre os quais o “Impacto da transição epidemiológica nos cuidados de saúde”, “Cardiologia”, “Síndrome hipertensiva específica da gravidez”, “Hipertensão arterial” e “Importância da radiologia no diagnóstico clínico e como garantia da qualidade do processo de ensino e aprendizagem”.
Outros temas como “Valor prognóstico da caracterização da lesão”, “Sexo, sexualidade, como é feito no século XXI” e “Imunopatologia da malária  e suas implicações clínicas” constaram igualmente da lista das matérias debatidas.
O director-geral do Instituto Superior Politécnico Sol Nascente, Inácio Valentino, disse que a investigação contribui para a evolução de qualquer sociedade e para o seu desenvolvimento intelectual.
Inácio Valentino realçou que, para o ensino, a componente científica surge como um elemento fundamental na estratégia do combate contra qualquer doença e grandes endemias. Recordou que os centros de investigação devem primar, acima de tudo, pelo rigor e precisão, apoiando o trabalho dos investigadores e auxiliando na pesquisa sobre as principais doenças que afectam as comunidades.
“Estas jornadas científicas são importantes, pois que dão a possibilidade aos docentes de avaliarem o grau de desempenho dos estudantes investigadores e promover a qualidade no subsistema do ensino superior no Huambo”, disse.

Tempo

Multimédia