Províncias

Proprietários de cães vadios responderam em Tribunal

Os proprietários de cães que circulam sozinhos nas ruas da cidade do Huambo e nos bairros periurbanos são responsabilizados criminalmente pela Administração Municipal do Huambo, que está preocupada com o elevado número de caninos a deambular pelas artérias da urbe.

Animal na via pública deve estar acompanhado pelo seu dono para evitar transtornos
Fotografia: Paulo Mulaza

O facto foi dado a conhecer terça-feira à Angop pelo administrador municipal do Huambo, José Marcelino, que solicita maior responsabilidade dos proprietários de cães que insistem em abandoná-los nas ruas e nos bairros. A presença de cães nas ruas e bairros coloca em causa a tranquilidade dos cidadãos, sendo que o combate deste fenómeno passa, principalmente, pela responsabilização dos proprietários destes animais.
“A lei é clara, o animal na via pública deve estar acompanhado pelo seu dono e ter uma série de apetrechos para evitar transtornos aos munícipes”, adiantou José Marcelino.
O administrador municipal do Huambo informou que o programa de recolha de animais nas ruas decorre a bom ritmo, apesar de haver algumas dificuldades devido à falta de meios de transporte e de captura.

Tempo

Multimédia