Províncias

Protecção das florestas em debate no Huambo

Estácio Camassete | Huambo

Técnicos, especialistas e representantes da Cooperação para o Desenvolvimento dos Países Emergentes (COSPE) debateram, durante dois dias, na Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), da Universidade José Eduardo dos Santos, no Huambo, temas ligados aos métodos e meios de protecção e manejo das florestas angolanas.

Conservação do ambiente esteve em debate
Fotografia: Jornal de Angola

No seminário, os técnicos e especialistas debateram exaustivamente as melhores formas e métodos de protecção das florestas, a aplicação da lei de terras para a segurança fundiária e a gestão da terra.
O impacto do fogo na estrutura e regeneração das florestas, apicultura, gestão sustentável dos recursos naturais nos municípios do Bailundo e Caála, foram outros assuntos abordados nos debates.
O decano da FCA, Guilherme Pereira, disse que o crescimento e rápido desenvolvimento das grandes cidades, apesar de necessário e imprescindível, tem trazido consequências negativas ao meio ambiente.“A protecção e manejo das florestas angolanas é uma medida que serve para unir os esforços de todos aqueles que estão ligados a esta área, no sentido de se desenvolverem estudos destinados a minimizar os efeitos negativos provocados pelo homem às florestas, que em muito contribuem para o bem-estar da população.
A especialista Virgínia Lacerda Quartin defende a utilização da floresta de forma sustentável, uma vez que o homem deve beneficiar deste recurso valioso, mas também tem de utilizar técnicas de reposição de cada planta cortada, para que as futuras gerações possam beneficiar dessas florestas e cumprir o lema de renovar os perímetros florestais nacionais.
A especialista critica o abate a­nárquico de árvores e a queima das florestas por serem prejudiciais à fauna e criarem alterações climáticas.O seminário contou com a participação de técnicos especialistas ligados ao ramo florestal de Cuba, Espanha, Itália, Portugal, Alemanha e Bolívia, e de estudantes da Faculdade de Ciência Agrária e convidados.

Tempo

Multimédia