Províncias

Província do Huambo conta com mais licenciados

Tatiana Marta | Huambo

O Instituto Superior Politécnico da Universidade José Eduardo dos Santos forma este ano 303 licenciados nas especialidades de enfermagem geral, informática e computadores, electrónica e telecomunicações, electromedicina e análises clínicas.

A meta é formar quadros que estejam à altura de responder aos desafios da sociedade com a eficácia que se exige de um profissional
Fotografia: Francisco Lopes

Bonifácio Vissetaca, decano, disse que o Instituto já formou, desde o ano passado, 500 técnicos nos cursos de engenharia electrónica e telecomunicações, laboratório clínico, electromedicina, informática e computador e enfermagem.
A meta é formar quadros que estejam à altura de responder aos desafios da sociedade, com a eficácia que se exige de um profissional. Todos os licenciados do ano de 2013 foram enquadrados no mercado de trabalho.
O Instituto possui as condições necessárias para cumprir os seus objectivos. Os estudantes, além de aulas teóricas, têm direito a aulas práticas e estágios.
As aulas são ministradas por 106 professores, nacionais e expatriados, dos quais 69 licenciados, 24 mestres e 13 doutores. 
A escola reatou a sua actividade de formação e pesquisa em 2008, funcionando em instalações próprias, que contam com vários compartimentos, 31salas de aulas, um anfiteatro, um laboratório de análises clínicas, um laboratório de enfermagem, dois laboratórios de electrónica, dois laboratórios de informática, uma biblioteca e um posto de saúde.
O Instituto Superior Politécnico, em funcionamento desde 2008, faz parte das instituições tuteladas pela Universidade José Eduardo dos Santos da V Região Académica de Angola, que engloba as províncias do Huambo (sede), Bié e Moxico.
Hélder Chipindo, vice-reitor para a área científica, informou que o corpo de júri para as defesas dos trabalhos de fim de curso, com término agendado para o próximo dia 31, é composto, além de docentes da instituição, por especialistas dos Institutos Nacionais de Telecomunicações de Angola e Brasil, dos Hospitais Gerais e Sanatório do Huambo, assim como de instituições voltadas para as tecnologias de comunicação e informação.
“A instituição universitária tem 3.274 estudantes, distribuídos nos cursos de licenciatura em enfermagem geral, laboratório clínico, electrónica e telecomunicações, informática e computadores, electromedicina, engenharia civil, arquitectura e mecânica hidráulica”, sublinhou Helder Chipindo.
 “Temos recebido estudantes de muitas províncias, como é o caso de Benguela, Luanda, Malanje, Bié e Cuando Cubango.”
A Universidade José Eduardo dos Santos está comprometida com a formação de quadros de elevada competência técnico-científica, que demonstrem patriotismo, capacidade crítica e reflexiva, transparência e responsabilidade social.  O director provincial da Saúde, Frederico Juliana, presente no primeiro dia de dissertação de trabalhos de fim de curso, afirmou que um país, para se desenvolver, precisa de quadros devidamente capacitados e capazes de ajudarem o povo, primando pelo empenho, responsabilidade, transparência, ética e deontologia profissional. Frederico Juliana sublinhou que pelo menos três mil enfermeiros, dois mil técnicos de análises clínicas e 500 médicos são necessários no sector da Saúde da província do Huambo, para se prestar uma assistência médica e medicamentosa de maior qualidade à população da região.

Tempo

Multimédia