Províncias

Província do Huambo ocupa o segundo lugar nos acidentes rodoviários com vítimas mortais

Justino Vitorino | Huambo

Até Setembro, registaram-se, no Huambo, 1.095 acidentes de viação, que originaram 242 mortos e 1.904 feridos, disse, ao Jornal de Angola, uma fonte da Direcção do Humabo de Viação e Trânsito.

Até Setembro, registaram-se, no Huambo, 1.095 acidentes de viação, que originaram 242 mortos e 1.904 feridos, disse, ao Jornal de Angola, uma fonte da Direcção do Humabo de Viação e Trânsito.
Estes números fazem com que o Huambo seja, a seguir a Luanda, a província com maior sinistralidade rodoviária. O chefe de departamento de informação e análise e estatística da Direcção Provincial de Viação e Trânsito,Paulo Cassinda, referiu que no primeiro trimestre deste ano foram registados, no Huambo, 345 acidentes, que provocaram 60 mortos, 246 feridos e danos materiais superiores a 12 milhões de kwanzas. No segundo trimestre, afirmou, o número de acidentes subiu para 396, com 76 mortos e 388 feridos, além de danos materiais avaliados em cerca de 14 milhões de kwanzas.
 Paulo Cassinda disse que comparativamente a 2008, somente o terceiro trimestre deste ano superou o número de acidentes e de mortos.
“Em 2008, houve, até Setembro, 230 acidentes e este ano, no mesmo período, 242 e mais 12 mortos”,informou o chefe de departamento de informação e análise e estatística da Direcção Provincial de Viação e Trânsito.
O governador do Huambo, Albino Malungo, garantiu que as autoridades estão empenhadas em “tirar a província da lista das mais sinistradas do país” e fez um apelo para a realização de campanhas e palestras de sensibilização.

Tempo

Multimédia