Províncias

Província regista vários casos da doença

Mário Clemente | Huambo

Mais de 106 casos de lepra foram registados entre 2016 e princípio deste ano na província do Huambo, revelou ontem o supervisor provincial do Programa de Luta contra a Tuberculose e Lepra.

Manuel Bengui afirmou que a maior parte dos casos foram detectados nas localidades do Mungo com 32, Catchiungo 29, Bailundo 21, o município sede com 17 e Londuimbali com apenas uma ocorrência.
Trata-se de um tratamento longo, mas tem-se observado  melhorias significativas.
Para combater a doença, o responsável garantiu a existência de fármacos suficientes, recordando que os hospitais municipais foram abastecidos, em Dezembro último, com 558 doses de medicamentos.

Doença contagiosa


Manuel Bengui informa que a lepra é uma doença contagiosa e para se evitar a propagação há a necessidade de realização de campanhas de sensibilização das populações nas comunidades sobre as medidas sanitárias necessárias para a sua erradicação. O Dia Mundial dos Leprosos assinala-se a 29 deste mês.  A data foi instituída em 1959 pela Organização das Nações Unidas (ONU), com vista a  sensibilizar as pessoas para a não discriminação.

Tempo

Multimédia