Províncias

Puríssima Água do Lépi com aceitação no mercado

Justino Victorino | Huambo

Uma fábrica de engarrafamento de água mineral, está a funcionar desde Agosto de 2010 na comuna do Lépi, província do Huambo, e produz diariamente dois mil litros, disse ao Jornal de Angola o director, Augusto Pedro Capassa.

A fábrica tem tecnologia de ponta e diariamente produz mais de dois mil litros
Fotografia: Francisco Lopes | Huambo

Uma fábrica de engarrafamento de água mineral, está a funcionar desde Agosto de 2010 na comuna do Lépi, província do Huambo, e produz diariamente dois mil litros, disse ao Jornal de Angola o director, Augusto Pedro Capassa.
Orçada em dois milhões de dólares, a Puríssima Água do Lépi está apetrechada com tecnologia de ponta e tem 18 trabalhadores, na sua maioria jovens e todos residentes na região do Lépi.
O investimento do projecto é fruto do financiamento do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) e visa relançar a actividade do parque industrial na região do Planalto Central: “Temos estado a implementar o projecto nas mais diversas actividades e apesar de ser uma experiência piloto, temos tido forte adesão a nível do mercado, não só local mas também das províncias vizinhas,” disse.     
Tendo em conta a aceitação e procura dos consumidores, a direcção pretende, nos próximos tempos, alargar a linha de acção dos seus serviços, tendo como perspectiva atingir o município do Longonjo.
Localizado na comuna do Lépi, município de Longonjo, a fábrica tem como principais consumidores as unidades hoteleiras, restaurantes, bares, indústrias, entre outras instituições da região planáltica. 

Tempo

Multimédia