Províncias

Reabilitação de estradas secundárias e terciárias

Justino Vitorino | Huambo

Mais de 2.300 quilómetros de estradas secundárias e terciárias vão ser este ano reabilitados pelo governo provincial do Huambo, nos diferentes municípios que compõem a circunscrição administrativa da província.

Projecto visa facilitar a circulação rodoviária e o escoamento dos produtos do campo
Fotografia: Francisco Bernardo

Mais de 2.300 quilómetros de estradas secundárias e terciárias vão ser este ano reabilitados pelo governo provincial do Huambo, nos diferentes municípios que compõem a circunscrição administrativa da província.
O facto foi anunciado ao Jornal de Angola pelo director provincial das Obras Públicas, José Morguier Adolfo. O responsável disse que, dentro do plano traçado pela estrutura governamental da província, a prioridade vai ser para os municípios cujos troços de acesso às comunas e ombalas estão mais degradados, para depois serem contemplados os restantes.
Londuimbali, Chicala-Choloanga, Longonjo e Tchindjendje são aqueles que primeiro vão ser alvo desta acção do governo. Morguier Adolfo adiantou que, em termos orçamentais, cada quilómetro a reabilitar custa em média um milhão de kwanzas (dez mil dólares) aos cofres do Estado, número que multiplicado pelos quilómetros de estradas a reabilitar perfaz um total de 230 mil milhões de kwanzas (23 milhões de dólares).
Para que não existam falhas na execução do programa, Adolfo Morguier manifestou que o sector das Obras Públicas vai trabalhar com empresas que possuem vasta experiência, mais exactamente no capítulo de reabilitação de estradas.
Morguier Adolfo considerou o ano de 2011como tendo sido produtivo, comparativamente aos anteriores, sobretudo nas tarefas realizadas na reparação das vias secundárias e terciárias.

Tempo

Multimédia