Províncias

Redes mosquiteiras distribuídas em breve

O supervisor provincial do Huambo do Programa de Luta contra a Malária, Clementino Sacanombo, disse sexta-feira à imprensa que mais de 800 mil mosquiteiros tratados com insecticida de longa duração são distribuídos em breve na região.

O processo de distribuição é feito de casa em casa, nas localidades onde há ameaças de surgimento do paludismo.
A distribuição dos mosquiteiros é antecedida pela formação dos supervisores municipais, para permitir o êxito da actividade, que conta com o apoio directo do Ministério da Saúde e da representação nacional da Organização Mundial de Saúde.
A meta das autoridades sanitárias é permitir que em cada dois habitantes das zonas contempladas haja um mosquiteiro.
O programa de pulverização dos domicílios, paralisado há quase um ano e meio, é retomado em Outubro, mas abrange somente o município do Bailundo, por ser o que mais casos de malária regista entre os 11 da província.
Nos primeiros seis meses deste ano, acrescentou, ocorreram cinco mortes provocadas por esta doença, menos dez que nos seis meses anteriores.

Tempo

Multimédia