Províncias

Redução de casos de malária

Tatiana Marta| Huambo

As autoridades provinciais do Huambo registaram, entre Janeiro e Abril do corrente ano, 50.507 casos de malária, significando uma redução na ordem dos 65 por cento, disse a directora nacional de Saúde Pública.

As autoridades provinciais do Huambo registaram, entre Janeiro e Abril do corrente ano, 50.507 casos de malária, significando uma redução na ordem dos 65 por cento, disse a directora nacional de Saúde Pública.
Adelaide de Carvalho referiu que, em 2011, as autoridades registaram no período homólogo 145.765 casos de malária. Nesse espaço de tempo, acrescentou, ocorreram 76 óbitos.
A responsável falava no acto de encerramento do seminário sobre a aplicação de novos anti-palúdicos e vigilância epidemiológica da malária, em que participaram mais de 300 técnicos de saúde dos 11 municípios da província do Huambo.
A redução do índice de malária no país, de acordo com a responsável, é fruto de palestras de sensibilização, distribuição de mosquiteiros impregnados com insecticidas, programa “Água para Todos” e melhoria do saneamento básico.
O Executivo, no quadro dos Objectivos do Milénio, declarou prioridade no combate a doenças como a tuberculose, a Sida e a malária, até ao ano 2015.  O seminário foi uma iniciativa da direcção provincial da Saúde e contou com a participação de especialistas da direcção nacional de luta contra a malária, médicos,  técnicos e convidados. De referir que estão em curso diversas acções que visam baixar os índices de mortalidade.

Tempo

Multimédia