Províncias

Reduz número de doentes no hospital do Cambiote

Justino Vitorino | Huambo

Mais de seis mil casos de malária foram diagnosticados, entre Janeiro e Outubro de 2011, pelo hospital municipal do Cambiote, na cidade do Huambo, soube o Jornal de Angola.

Mais de seis mil casos de malária foram diagnosticados, entre Janeiro e Outubro de 2011, pelo hospital municipal do Cambiote, na cidade do Huambo, soube o Jornal de Angola.
De acordo com a administradora daquela unidade sanitária, Cristina Buta, este número, embora aparente ser elevado, constitui uma redução significativa comparativamente aos números registados em 2010 – que foram mais de dez mil – fruto de um empenho directo do governo da província, que pôs à disposição da instituição os medicamentos necessários para uma eficaz assistência médica e medicamentosa.
Cristina Buta disse ainda que, durante o período em referência, foram realizadas cerca de 19 mil consultas externas no hospital do Cambiote. Deste número, cerca de 6.200 casos estavam relacionados com a malária.
“Houve melhorias significativas no abastecimento de medicamentos por parte do governo da província, facto que se traduziu na maior eficácia dos nossos serviços e fez com que diminuísse o número de mortes relacionadas com a malária e outras doenças tropicais”, sublinhou.
O trabalho no hospital municipal do Cambiote é assegurado actualmente por 38 profissionais, entre pessoal médico e técnicos de enfermagem, auxiliares e pessoal administrativo.
A unidade possui uma capacidade de internamento para mais  60 pacientes.

Tempo

Multimédia