Províncias

Região do Quipeio precisa de docentes

Justino Vitorino | Quipeio

O sector da Educação na comuna do Quipeio, município da Ecunha, precisa de pelos menos mais 70 professores, para garantir um ensino de qualidade aos cerca de mil e quinhentos alunos matriculados no presente ano lectivo, disse ontem, ao Jornal de Angola, na cidade do Huambo, o administrador comunal.

Filipe Catiavala referiu que o sector da Educação em Quipeio conta com 322 professores, para o ensino primário e segundo ciclo do ensino secundário, número insuficiente, tendo em conta o aumento da população estudantil na circuncisão.
Na comuna existem 25 escolas, das quais apenas uma de construção definitiva, com sete salas de aulas. As outras 24 escolas foram construídas pela comunidade, com o apoio da Administração Comunal de Quipeio.
“Fizemos um pedido ao Governo Provincial do Huambo e recebemos a garantia de que a situação é solucionada em breve”/, informou Filipe Catiavala.
Foram distribuídos gratuitamente milhares de manuais aos estudantes o que está a permitir melhorar a qualidade do processo de ensino e a aprendizagem, disse o administrador comunal, que concluiu: “Todas as crianças adquiriram materiais didácticos gratuitos. Cada criança tem um manual de cada uma das disciplinas, o que  contribui  para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem”.

Tempo

Multimédia