Províncias

Registados dezenas de casos

Justino Vitorino | Ukuma

Pelo menos 39 casos de sarampo foram diagnosticados a semana passada pelas autoridades sanitárias do Hospital Municipal do Ucuma, Huambo, segundo o chefe da Repartição Municipal de Saúde.

População é aconselhada a procurar as unidades sanitárias logo após os primeiros sintomas
Fotografia: Dombele Bernardo

José Muetunda Pedro disse que a situação é preocupante, porque os casos de sarampo tendem a aumentar, com maior destaque para a  aldeia da Chenga.
O responsável da Saúde do município do Ucuma afirmou que para reverter a situação foram vacinadas 2.400 crianças até aos cinco anos, no quadro do Programa Alargado de Vacinação (PAV).
José Muetunda Pedro realçou que os 39 casos de sarampo foram todos registados fora das unidades sanitárias e muitos familiares das vítimas não tiveram tempo de se dirigir aos hospitais e centros de saúde mais próximos para receberem assistência médica. A falta de saneamento básico e o consumo de água não tratada foram apontadas por José Muetunda Pedro como as principais causas do surgimento da epidemia no município.
“Os especialistas da Direcção Municipal da Saúde tiveram a oportunidade de visitar os locais onde a população tira a água para o consumo e verificou-se que os locais não oferecem condições apropriadas”, reconheceu.  
O responsável da Saúde do município do Ucuma acrescentou que as autoridades municipais levam a cabo junto das comunidades rurais palestras de sensibilização sobre os cuidados a ter e a importância do saneamento básico do meio, para garantir os cuidados primários de saúde aos cidadãos.

Tempo

Multimédia