Províncias

Reposta circulação rodoviária entre as comunas do Bailundo

Justino Vitorino | Huambo

A circulação rodoviária entre a sede municipal do Bailundo e as comunas do Bimbe, Hengue e Luvemba foi reposta no passado domingo. 

Trânsito Interrompido há três dias no troço Bimbe, Hengue e Luvemba volta à normalidade
Fotografia: Justino Victoriano

A circulação rodoviária entre a sede municipal do Bailundo e as comunas do Bimbe, Hengue e Luvemba foi reposta no passado domingo.  O administrador em exercício do Bailundo, Calisto Tchissalukila, disse ao Jornal de Angola que o trânsito no troço em causa foi interrompido durante três dias para permitir que fossem realizados trabalhos de manutenção na ponte sobre o Rio Cusso.
Calisto Tchissalukila esclareceu que durante o período das enxurradas foi difícil às pessoas que vivem na vila do Bailundo, Bimbe, Hengue e Luvemba circularem livremente e escoarem os produtos do campo para as cidades devido ao mau estado em que ficaram as madeiras que compunham a estrutura da ponte.Na semana passa, uma equipa da direcção provincial das Obras Públicas, aproveitando o período de redução das chuvas na zona do planalto central, deslocou-se à região e, em três dias, substituiu as madeiras antigas por outro material. A obra da ponte, embora seja de carácter provisório, segundo o administrador, já permite a ligação entre a vila do Bailundo e as comunas do Bimbe, Hengue e Luvemba.
Por outro lado, o governo da província do Huambo, em colaboração com a empresa nacional de pontes, tem programada, para ainda este ano, a montagem de uma ponte com estrutura metálica, facto que, a acontecer, dará outro ânimo ao processo de circulação, considerou Calisto Tchissalukila.

Tempo

Multimédia