Províncias

Repostas linhas de transporte destruídas

Juliana Domingos | Huambo

O Governo Provincial do Huambo está a envidar esforços para repor o mais breve possível as linhas de transporte de energia eléctrica destruídos há dias em vários bairros por malfeitores ainda desconhecidos, assegurou ontem o director da Energia e Águas.

Ruas do Huambo às escuras em consequência da vandalização das linhas de transporte
Fotografia: António Soares | Edições Novembro

Simão Canda disse que os marginais, além de danificarem as linhas de transportes, destruíram o gerador que abastece energia eléctrica a estufa-fria da cidade do Huambo e outros equipamentos colocados nos bairros da zona baixa, impedindo, assim, que se alimentem as residências e as ruas.
O director provincial de Energia e Águas no Huambo, que falava num encontro com jornalistas locais, referiu que o sector eléctrico está, neste momento, a fazer o levantamento das necessidades e meios a repor.
Simão Canda avançou que as autoridades policiais estão no encalço dos criminosos que perpetraram as  destruições.
O director da Energia e Água acredita haver uma rede organizada, que se dedica a destruir postos de transformação eléctrica e outros meios que levam luz às comunidades. “Temos de encontrá-los o mais breve possível.”

Tempo

Multimédia