Províncias

São necessários mais professores

O sector da Educação no Huambo necessita de mais 450 professores nas comunas da Catata, Cuima e Calenga, disse à Angop o chefe de Repartição da Educação da Caála.

O sector da Educação no Huambo necessita de mais 450 professores nas comunas da Catata, Cuima e Calenga, disse à Angop o chefe de Repartição da Educação da Caála.
Mateus Tchimbamba afirmou que os professores colocados nas aldeias estão sobrecarregados de trabalho e que é urgente a contratação de outros, principalmente primários para melhorar a qualidade do ensino.
No concurso público realizado no ano passado foram admitidos 116 professores do ensino primário e secundário. Mateus Tchimbamba referiu que aquele número foi insuficiente para o número de alunos matriculados este ano.

Tempo

Multimédia