Províncias

Serviços da Saúde melhoram a província

Marcelino Dumbo | Huambo

O sector da Saúde na província do Huambo registou melhorias consideráveis nos últimos quatro anos com a reabilitação e construção de centros e postos de saúdes.

O sector da Saúde na província do Huambo registou melhorias consideráveis nos últimos quatro anos com a reabilitação e construção de centros e postos de saúdes, contribuindo para a melhoria dos serviços sanitários prestados à população, reconheceu ontem, à imprensa, o director provincial da Saúde.
Frederico Juliana revelou que houve uma explosão em todos os municípios, comunas e aldeias, onde nunca antes tinham existido serviços médicos e a população se via obrigado a percorrer longas distâncias em busca de assistência.
A província passou a dispor de 235 unidades sanitárias, das quais 11 hospitais de referência, 57 centros e 167 postos médicos, além de terem sido construídas mais de 100 residências para técnicos do sector.
O director provincial da Saúde afirmou que, em quatro anos, o sector que dirige aumentou o número de internamentos, que passou de 1.588 camas, em 2008, para 2.424, em 2012. Para isso foram feitos grandes investimentos que, gradualmente, vão ser aumentados, para reduzir os inúmeros casos de doenças e aumentar a oferta dos serviços sanitários em toda a extensão da província.
Os serviços são assegurados por 5.300 técnicos, entre médicos, enfermeiros, pessoal administrativo e de base. De acordo com Frederico Juliana, o quadro epidemiológico do Huambo também melhorou significativamente, em particular em relação à malária, que diminuiu na ordem dos 97 por cento, comparativamente há quatro anos.

Tempo

Multimédia