Províncias

Sindicalistas locais são encorajados a trabalhar unidos

Tatiana Marta| Huambo

Os sindicalistas da província do Huambo foram exortados quinta-feira a trabalhar organizados e a cultivar uma consciência produtiva, em prol do desenvolvimento técnico, científico, económico e social do país.

O secretário-geral da União dos Sindicatos de Trabalhadores Angolanos, Adriano dos Santos, que falava na cerimónia que marcou o arranque das actividades do 54º aniversário da UNTA, disse que a instituição vai continuar a mobilizar os funcionários públicos e privados, para que se filiem na organização.
O responsável apelou às comissões e delegados sindicais a intervirem junto das empresas, para que facilitem a sensibilização dos trabalhadores no sentido destes conhecerem os seus direitos e deveres e melhor se defenderem.
O sindicalista denunciou que continuam a existir centros de trabalho ou empresas onde se constata que os trabalhadores auferem salários muito baixos e não compatíveis com o custo de vida actual, além de outros com dados desactivados do sistema remuneratório, facto que motiva a intervenção da organização, para pôr cobro à situação.
Adriano dos Santos avançou ainda que cabe aos trabalhadores organizados em sindicatos cultivar uma consciência produtiva, para o bem-estar dos angolanos em geral, e dos filiados em particular.
O sindicato está bem encaminhado, uma vez que conta com a representação de todas as instituições sociais.Além de filiados de sectores públicos e privados, a União dos Sindicatos do Huambo conta também com pessoas afectas ao comércio informal e trabalhadores domésticos que neste momento são assegurados por uma comissão dinamizadora.
Entre as prioridades da instituição, para os próximos seis meses, constam a constituição do sindicato do comércio informal e doméstico, a formação de dirigentes sindicais, para melhor negociarem e defenderem os seus filiados.

Tempo

Multimédia