Províncias

Sobem os casos de tuberculose

 Mais de 200 casos de tuberculose foram registados desde Janeiro, no Hospital Sanatório do Huambo, informou ontem o supervisor do programa de luta contra a doença, Rodrino Ndavoca.


O município sede registou o maior índice de casos, tendo em conta a sua densidade populacional. A  idade dos doentes infectados está entre os 20 e os 45 anos.
Rodrino Ndavoca acrescentou que as causas da doença estão relacionadas aos factores de risco, como consumo exagerado de bebidas alcoólicas e má nutrição.
O supervisor explicou ainda que o número de casos diagnosticados na unidade sanitária podem subir nos próximos tempos, tendo em conta que muitos doentes a­bandonam o tratamento ainda na fase inicial e outros são incitados pelos próprios familiares a não ir às unidades sanitárias, optando pela via do tratamento tradicional.
Rodrino Ndavoca apelou ainda aos cidadãos da província a recorrerem às unidades hospitalares sempre que notarem qualquer sintoma de fraqueza ou tosse seca.
Honório Viriato, activista social de combate à tuberculose, apelou aos jovens para o­bservarem as medidas de prevenção da doença e apontou a necessidade das famílias dialogarem mais sobre a questão e a participarem nas palestras de sensibilização levadas a cabo pelas instituições de luta contra a tuberculose, em escolas, mercados e outros locais de maior concentração populacional.

Tempo

Multimédia