Províncias

Terras estão preparadas para o cultivo

Justino Vitorino | Huambo

O director provincial da Mecanização Agrícola no Huambo, Angelino Nacole Avelino, afirmou ontem que os seus serviços estão a preparar para a próxima campanha agrícola dois mil hectares de terra arável, destinados ao cultivo de milho, feijão, mandioca, batata, amendoim e hortícolas.

Camponeses recebem apoios para aumentar a produção agrícola
Fotografia: Pedro Miguel

O director provincial da Mecanização Agrícola no Huambo, Angelino Nacole Avelino, afirmou ontem que os seus serviços estão a preparar para a próxima campanha agrícola dois mil hectares de terra arável, destinados ao cultivo de milho, feijão, mandioca, batata, amendoim e hortícolas. Ele disse que a preparação das terras permite aumentar os níveis de produção agrícola.
Angelino Nacole referiu que o programa de preparação de terras conta com o apoio da direcção-geral da Mecanagro e do Instituto de Desenvolvimento Agrário, do 
Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural. Estão a ser desenvolvidas acções para que as associações e cooperativas de camponeses e famílias possam contar, na próxima campanha, com terras preparadas para o aumento da produção e alimentar na província.
O director da Mecanagro referiu que várias famílias, associações e cooperativas de camponeses dos municípios de Catchiungo, Tchicala, Ekunha, Longonjo e do Huambo foram identificados pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário para fazer parte do programa de preparação de terras da Mecanagro, na província do Huambo.
“Neste momento estamos a trabalhar dentro de um programa que está em curso desde o ano passado no sentido de preparar, na província do Huambo, cerca de dois mil hectares de terras para aumentar as áreas de produção agrícola na região”, disse
O director provincial da Mecanização Agrícola no Huambo sublinhou que já foram preparados 1 679 hectares de terras e recordou que o programa está em curso desde o ano passado, devendo terminar em Março.
A empresa de Mecanização Agrícola no Huambo tem um parque de máquinas constituído por 19 tractores, equipados com as respectivas alfaias (charruas e grades) e tem 44 trabalhadores.

Tempo

Multimédia