Províncias

Tributo à princesa Diana

O vice-governador do Huambo para o Sector Político e Social, Guilherme Tuluca, reconheceu ontem o empenho e a grande sensibilidade da princesa Diana no combate às minas, o que impediu a morte de muitos angolanos.

Princesa Diana mobilizou a comunidade internacional para o combate às minas em Angola
Fotografia: Reuters.corbis

O responsável falava na cerimónia comemorativa dos 20 anos da visita da princesa Diana (Reino Unido) a Angola.
Tuluca disse que a devoção da princesa Diana mobilizou a comunidade internacional para apoiar Angola e ajudou a minorar o sofrimento das vítimas das minas, a quem prestou pessoalmente uma grande solidariedade durante a visita ao país.
A sua dedicação foi igualmente fundamental para a criação da Convenção de Ottawa, que proíbe o uso, produção, transferência e armazenamento de minas terrestres e anti-pessoal, além de vincular todos os Estados partes a destruir as reservas existentes e a limpar as áreas minadas.
Tuluca elogiou também o facto do Governo ter ratificado a Convenção de Ottawa e ter criado uma Comissão Executiva para Desminagem do país, muito afectado por força do longo período de conflito armado.
Com a parceria de organizações internacionais, o Governo desminou grandes extensões do território nacional, dando lugar à construção de infra-estruturas económicas e sociais, que dinamizam o desenvolvimento do país e têm hoje um grande impacto na vida das comunidades.
Apesar do alcance da paz há 15 anos, do empenho das brigadas de desminagem do Estado e do apoio das ONG, Tuluca reconheceu que ainda são visíveis em algumas regiões do país os sinais da guerra, com as minas a provocarem vítimas humanas.
Diana Frances Spencer nasceu a 1 de Julho de 1961, em Sandringham, Inglaterra, e morreu a 31 de Agosto de 1997 na cidade de Paris, após um acidente de carro.

Tempo

Multimédia