Províncias

Unidade hospitalar da Caála precisa de mais especialistas

Azevedo Faria | Caála

O Hospital municipal da Caála, no Huambo, precisa de três pediatras, dois médicos internos e técnicos especializados, disse o seu director ao Jornal de Angola.

Fernando Ferreira afirmou que o estabelecimento recebe diariamente em média 250 pacientes, alguns dos quais de Chipindo, Huíla, Ganda e Cubal, Benguela e do Ecunha, Longonjo, Ucuma e Chinjenje, e que por isso precisa de reforçar o quadro clínico.
O hospital, referiu, não tem problemas quanto a medicamentos e está devidamente equipado, mas é urgente actualizar os conhecimentos dos técnicos, principalmente sobre as doenças que mais se registam na região.
O hospital, o maior do país com a categoria de municipal, tem, entre outros, serviços de pediatria, medicina, ortopedia, cirurgia, maternidade, imagiologia, raio X e hemoterapia. Também dispõe de áreas de medicina física, reabilitação, oftalmologia, entre outros serviços.

Tempo

Multimédia