Províncias

Universidade britânica recebe estudantes

Victória Quintas | Huambo

Estudantes da província do Huambo que frequentam o ensino no ramo agrário vão poder dar continuidade à formação superior na Universidade Real de Agricultura, no Reino Unido,  anunciou, na terça-feira,  no Huambo, a baronesa britânica Lindsay Northover.

Baronesa Lindsay Northover ficou impressionada com o que viu e garantiu apoio
Fotografia: Alfredo Kutabiala|Huambo|Edições Novembro

Lindsay Northover disse tratar-se de um projecto ambicioso que deve acontecer o mais cedo possível, mas referiu que o mais importante é saber primeiro se há estudantes   interessados em continuar a formação no Reino Unido, antes de traçar o programa.
Lindsay Northover disse que tão-logo cumpram  todos os detalhes, os estudantes interessados devem   inscrever-se no website da Embaixada britânica, para obterem mais informações sobre a formação e o “curriculum” da universidade.
“Alguns institutos agrícolas do Reino Unido estão interessados em manter uma cooperação mais estreita com as instituições de ensino em Angola do ramo agrícola. É o caso da Universidade Real de Agricultura,   interessada em manter tal acordo com os estudantes angolanos que queiram estudar no Reino Unido. Depois de  formados voltam para o seu país de origem, disse a baronesa Lindsay Northover.”   
Na Faculdade de Ciências Agrárias e no Instituto de Investigação Veterinária do Huambo, a baronesa Lindsay Northover mostrou-se satisfeita com o que viu e afirmou ter constado o  que está a ser desenvolvido. “Há interesse   de algumas empresas britânicas em projectos agrícolas em Angola.”
No Instituto de Investigação Veterinária,  Lindsay Northover foi informada de que  no passado se produziam  vacinas para vários países africanos. “Espero que as autoridades angolanas trabalhem forte para recuperar esse lugar perdido, porque isso não será apenas importante para Angola, mas para toda a região, pois as doenças que atacam os animais facilmente se espalham para o mundo todo”, disse Lindsay Northover.
Para ela, o mais  importante é trabalhar juntos e Angola tem um potencial para atingir um estatuto maior na liderança dessas áreas.    Lindsay Northover anunciou que no dia 27 de Março próximo se realiza na Inglaterra um encontro ligado ao comércio, onde vários empresários, alguns dos quais ligados à agricultura estão presentes e disse esperar que o sector agrícola de Angola se faça presente.
O reitor da Universidade José Eduardo dos Santos, Cristóvão Simões, disse que a baronesa Lindsay Northover manifestou interesse em intermediar junto das agências internacionais que podem ajudar a financiar projectos na província do Huambo nos sectores da Agricultura e Veterinária, o que constitui uma boa iniciativa.

Tempo

Multimédia