Províncias

Vila da Catata sem crianças fora da escola

Justino Vitorino | Catata

O sector da Educação na comuna da Catata, na província do Huambo, regista “grandes progressos  e deixou de ter crianças fora do sistema normal de ensino”, devido aos enormes investimentos do Governo Provincial”, disse o seu administrador ao Jornal de Angola.

Simão Chinduva afirmou que a comuna, onde há mais dez de dez mil  alunos da iniciação ao secundário e maior número de professores do que em anos anteriores,  é dos sectores com melhor desenvolvimento.
Catata tem 58 escolas, oito das quais de construção definitiva e 29 comunitárias. As restantes pertencem a Igrejas. Este ano forram distribuídos gratuitamente mais de mil manuais da iniciação à sexta classe.
 O administrador comunal referiu que apesar das melhorias verificadas, a Catata tem falta de transportes para os inspectores, o que prejudica as visitas às áreas distantes e de difícil acesso e que são precisos mais professores, principalmente auxiliares para as ombalas e aldeias mais distantes, assim como alfabetizadores, pois os 26 que há são insuficientes.
Além do sector da Educação, na região estão em curso diversas acções de impacto social, para melhorar a qualidade de vida da população, com destaque para a reabilitação e construção de postos médicos e centros de saúde. As vias de acesso também estão a ser reabilitadas para facilitar as trocas comerciais.

Tempo

Multimédia