Províncias

Violência doméstica

A administradora adjunta do município da Caála, província do Huambo, apelou às mulheres a envolverem-se nas acções de combate contra a violência doméstica, denunciando os casos que surgem nas comunidades.

Umbelina Maria fez este apelo durante a sessão de abertura da jornada “Março Mulher” a nível  do município da Caála.
O envolvimento na luta contra a violência doméstica deve ser feito por intermédio de denúncias e educação dos filhos no lar, bem como o respeito pelos direitos humanos. As mulheres devem ter a coragem de denunciar os casos de violência doméstica para evitar a sua proliferação na comunidade. A observância dos valores morais e éticos são fundamentais para desencorajar as práticas negativas que destroem a conduta humana na sociedade”, asseverou a administradora adjunta da Caála.A promoção de cursos profissionais nas comunidades rurais em prol das mulheres e para contribuir no processo de escolarização das mesmas, para estarem inseridas nos programas de desenvolvimento sócio-económico, é uma necessidade, defendeu. Durante a jornada “Março Mulher”, estão programadas visitas ao Hospital da Caála, à Fábrica de Colchões, de produção de blocos, mobilização de mulheres para doação de sangue, debate radiofónico sobre a efeméride, bem como palestras sobre o valor da mulher na sociedade.

Tempo

Multimédia