Províncias

Violência doméstica diminui no Huambo

Justino Victorino

Pelo menos 913 casos de violência doméstica foram registados, de Janeiro a Novembro deste ano na província do Huambo, contra 1.106 do mesmo período do ano passado, informou ontem a chefe de Departamento para a Política Familiar da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, Aldina Chiteculo, durante o encerramento da jornada dos 16 dias de activismo da luta contra o fenómeno.

Mulheres e crianças têm sido as principais vítimas de casos de violência doméstica na região
Fotografia: Nuno Flash | Edições Novembro


Aldina Chiteculo referiu que a redução de casos deve-se às campanhas de sensibilização e palestras que se têm levado a cabo nas comunidades, sobretudo os relacionados com abusos sexuais a mulheres, fuga à paternidade, acusação de feitiçaria, agressões físicas e privação de bens. Aldina Chiteculo aconselha ao diálogo, como melhor forma de dirimir os conflitos nos lares, e convida todos os cidadãos a denunciarem situações de violência doméstica.
A Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, em parceria com ONGs, igrejas e autoridades tradicionais, leva a cabo a divulgação dos instrumentos jurídicos nacionais e internacionais sobre género, para o resgate dos valores morais e cívicos.

Tempo

Multimédia