Províncias

Zonas rurais com mais água

Justino Vitorino| Mungo

Um total de 67 famílias de aldeias do município do Mungo, na província do Huambo, passou, desde domingo, a beneficiar de água canalizada, fruto da inauguração de três sistemas de captação, distribuição e tratamento do produto, equipados com tecnologias de ponta.

Acesso à água potável nas comunidades rurais deixa de ser preocupação para a população
Fotografia: Nilo Mateus

 Os equipamentos foram construídos no âmbito dos Programas de Investimentos Públicos do Governo Provincial do Huambo e de “Água para Todos”, implementados para a melhoria das condições sociais da população daquela região.
O administrador municipal do Mungo, Afonso Candumba, exortou a população para preservar o bem colocado à sua disposição, com vista a garantir ao equipamento um maior tempo de vida útil.
Afonso Candumbo realçou que a inauguração dos novos sistemas de captação e distribuição de água vai permitir que muitas aldeias distantes da sede municipal tenham maior acesso ao produto.
Com a construção destes equipamentos sociais, o administrador municipal do Mungo acredita que a população deixa de consumir o produto extraído directamente dos rios, evitando, assim, o surgimento de doenças causadas por consumo de água imprópria.
O administrador Afonso Candumbo afirmou que, nesta altura, estão em conclusão mais alguns sistemas de captação, distribuição e tratamento de água a nível da comuna do Cambuengo.

Munícipes aplaudem

Os novos sistemas vão ser inaugurados em breve. “A iniciativa da execução dos referidos projectos tem como objectivo fundamental a aproximação dos serviços sociais básicos à populaçã”.
O munícipe Jacinto Tchiyetu salientou que ficaram para trás os tempos em que a população era obrigada a recorrer aos rios para extrair água, mesmo que, para isso, tivesse de andar vários quilómetros.

Tempo

Multimédia