Províncias

Administração do município da Chibia apoia membros da comunidade Khoisan

As autoridades da Chibia vão continuar a desenvolver acções para a inserção de1.200 famílias da comunidade San que vivem no município, onde desenvolvem actividades agrícolas, disse, no domingo, à Angop, a administradora local.

No município da Chibia vivem mais de mil famílias da comunidade San
Fotografia: Jornal de Angola

As autoridades da Chibia vão continuar a desenvolver acções para a inserção de1.200 famílias da comunidade San que vivem no município, onde desenvolvem actividades agrícolas, disse, no domingo, à Angop, a administradora local.
 OtíliaVianney afirmou que a administração municipal, em parceria com as direcções provinciais da Assistência e Reinserção Social e da Agricultura, tem apoiado aquelas famílias, com in strumentos agrícolas, sementes, fertilizantes, animais, vestuário e artigos alimentares. Além disso, referiu, foram identificados os espaços onde vivem, na perspectiva de abandonarem a vida nómada.
A administradora sublinhou que o que foi feito até agora junto daquela comunidade já começa a surtir efeitos, mas que vai ser necessário continuar o trabalho para tentar mudar a forma de estar de muitos deles, que teimam em viver da caça e da recolha de frutos silvestres.
“Temos reparado que a adaptação às actividades agro-pecuárias tem sido difícil, pois eles não nasceram com esse hábito, mas, continuamos a trabalhar, levando-lhes meios de produção e sensibilizando-os e notamos que está a resultar”, disse.  A administração da Chibia controla quatro aldeias, na sede do município e na comuna de Capunda Cavilongo, cada uma com cerca de 300 famílias.
O município tem 131.540 habitantes, distribuídos pelas comunas de Capunda Cavilongo, Jau, Quihita e sede, que se dedicam, sobretudo, à agro-pecuária.

Tempo

Multimédia