Províncias

Administração do Cuvango aposta na agricultura

Arão Martins | Lubango

A integração de famílias camponesas em projectos agrícolas nas lavras ao longo do rio Cubango vai constituir uma das maiores apostas da Administração Municipal do Cuvango, Huíla, para dinamizar o processo de combate à pobreza no meio rural.

Empreendedores são convidados a investir na agricultura uma vez que há muitas lavras para serem distribuídas
Fotografia: Paulo Mulaza |

O administrador municipal do Cuvango, Luís Miguel, disse que existem boas terras aráveis ao longo do rio Cubango, para produzir quantidades elevadas de cereais e hortícolas.
A agricultura familiar é a base fundamental para a efectivar o programa de combate à pobreza no meio rural.
O município também  é atravessado pelo rio Cuando e a administração aposta na distribuição de lavras às famílias carenciadas para que tenham alimentos suficiente.
Luís Miguel apelou os empreendedores para que invistam, sobretudo no sector da agricultura, uma vez que existem muitas lavras para serem distribuídas pela Administração Municipal.
Com fundos do Programa Água para Todos, o Governo Provincial financiou a construção de uma estação de tratamento e distribuição de água, que está a contribuir positivamente na qualidade de vida das populações.
O projecto de recuperação da central hídrica da sede municipal de Cuvango está em curso e quando as obras estiverem concluídas o município fica com energia suficiente para impulsionar as actividades económicas.
As populações vão consumir a energia eléctrica sem restrições e alguns municípios vizinhos podem beneficiar igualmente da produção no rio Cubango.

Construção de escolas


Mais duas escolas, com 12 salas de aulas cada, construídas nas localidades da Mumba e Galangue, entram em funcionamento no próximo ano lectivo, anunciou o administrador municipal do Cuvango.
Luís Miguel informou que as escolas foram construídas com fundos do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural de Combate à Pobreza no Meio Rural.
O administrador municipal considera que a entrada em funcionamento das duas escolas vai incluir praticamente todas as crianças em idade escolar.
A sede municipal está bem servida de serviços básicos. O administrador municipal referiu que as prioridades recaem em benefício das populações que vivem na zona norte de Galangue, na área de Candumbo, e de Ucalo.
Existem projectos de construção de escolas, postos e centros de saúde e recuperação de estradas, com vista a beneficiar os cidadãos que vivem em zonas mais longínquas.

Pesca artesanal


Os pescadores artesanais da localidade da Mumba, no município do Cuvango, receberam meios de trabalho. Os apoios abrangeram outras comunidades. O programa é do Ministério das Pescas e do Governo Provincial da Huíla, através da Administração Municipal, que procedeu à entrega dos bens, com destaque para bóias, canoas, anzóis e redes.
“Vamos continuar a trabalhar para incentivar a população do município do Cuvango a praticar a pesca artesanal", disse o administrador. O apoio aos pescadores tem sido contínuo.
Referiu ainda que o Ministério das Pescas, Governo Provincial e a Administração Municipal do Cuvango têm estado a trabalhar para potenciar também os criadores de gado.

Agências bancárias

Os funcionários públicos e empresários do município do Cuvango vão, nos próximos tempos, ver reduzidas as dificuldades para efectuar movimentos bancários, com a implantação de agências. “Felizmente, já não vamos precisar de nos deslocar para levantar salário e tratar de outros assuntos no banco”, disse.
O administrador Luís Miguel precisou que os contactos estão avançados junto das direcções dos bancos que operam na Huíla, no sentido de instalarem agências no município, que dista 320 quilómetros da cidade do Lubango.“Há garantias e julgamos que a qualquer momento a instalação de agências bancárias é um facto para benefício da nossa população”, disse o administrador municipal.

Tempo

Multimédia