Províncias

Alunos do ensino primário têm nova escola na Matala

Domingos Mucuta| Lubango

Os alunos do ensino primário da comuna do Mulondo, município da Matala, na Huíla, frequentam, a partir deste ano lectivo, aulas numa nova escola construída de raiz.

Mais crianças vão aprender a escrever
Fotografia: Domingos Mucuta|Lubango

Os alunos do ensino primário da comuna do Mulondo, município da Matala, na Huíla, frequentam, a partir deste ano lectivo, aulas numa nova escola construída de raiz.
A escola tem seis salas e foi inaugurada segunda-feira pelo vice-governador da Huíla para área Técnica e Infra-estruturas, Nuno Mahapi Dala, no quadro das comemorações do 4 de Fevereiro, Dia do Início da Luta Armada.
O empreendimento, com capacidade para acolher 613 alunos, em dois turnos, custou 350 milhões de kwanzas, financiados pelo Programa de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.
A escola primária do Mulondo está apetrechada com carteiras, quadros modernos e secretárias para os professores e, neste ano lectivo, acolhe alunos da iniciação à 9ª classe.
Os alunos prometeram, em mensagem lida durante a cerimónia de inauguração, “conservar o património escolar para servir as futuras gerações”.
O director Albano Elias Kapondo frisou que a inauguração da nova estrutura escolar representa a expansão da rede escolar do Mulondo e evita a transferência de alunos para a sede municipal ou para as localidades da vizinha província do Cunene. “Os pais e encarregados de educação já não precisam de enviar os filhos que concluem a 6ª classe para fora da nossa comuna, para continuarem os estudos. A partir de agora, estamos em condições de ministrar aulas da iniciação até à 9ª classe”, argumentou  Albano Elias Kapondo.
A comuna do Mulondo matriculou este ano 4.329 alunos.
Mais de 40 professores vão garantir o processo de ensino e aprendizagem.  O administrador comunal, Zeca Mupinga, garantiu que a localidade recebeu material escolar suficiente para o sucesso das aulas.

Tempo

Multimédia