Províncias

Alunos do Mulondo abandonam as aulas

Alunos podem abandonar as aulas na comuna do Mulondo, a 125 quilómetros a sul da sede municipal da Matala, província da Huíla, por causa da seca que afecta a região, informou o chefe da repartição municipal da Educação, Augusto João.

Em declarações à Angop, Augusto João disse que estima-se que pelo menos seis mil crianças em idade escolar correm este risco nas regiões afectadas pela seca, no município da Matala, com destaque para a comuna do Mulondo.
Segundo o responsável, na comuna do Mulondo a situação é mais precária e famílias inteiras estão a deslocar-se para zonas com maior segurança alimentar, o que faz com que as crianças desistam da escola. A comuna do Mulondo conta com 22 escolas, todas do I ciclo.

Alfabetização

Mais de seis mil adultos estão a frequentar aulas de alfabetização no município da Matala, 180 quilómetros a Leste da cidade do Lubango, província da Huíla, no âmbito do programa de aceleração escolar.
O responsável, Manuel Cahombo, disse ontem à Angop que os mais avançados recebem aulas com base nos módulos II e III, uma vez que foram inseridos na formação em 2012. As aulas são ministradas por 400 docentes.
Para o controlo e êxito do processo de alfabetização, a direcção local da Educação tem acompanhado o desempenho dos professores nos seus locais de trabalho, com vista a um ensino de qualidade.
Manuel Cahombo realçou a importância do programa de alfabetização, enquanto meio de aceleração escolar.

Tempo

Multimédia