Províncias

Animais começam a regressar ao Parque Nacional do Bicuar

Arão Martins | Lubango

A proibição da caça furtiva pelo Ministério do Ambiente no interior e arredores do Parque Nacional do Bicuar, no município de Quipungo,  província da Huíla, está a originar o regresso e a multiplicação de diversas espécies animais.

Entre os aimais há manadas de elefantes
Fotografia: AFP

A proibição da caça furtiva pelo Ministério do Ambiente no interior e arredores do Parque Nacional do Bicuar, no município de Quipungo,  província da Huíla, está a originar o regresso e a multiplicação de diversas espécies animais.
A administradora municipal de Quipungo, Cândida Ukali, disse que, nos últimos tempos, o parque tem registado um aumento de elefantes, holongos, javalis, bambis, zebras da planície e da montanha, leões, chitas, leopardos e outros animais de pequeno porte.
No quadro do Programa de Repovoamento e Preservação da Fauna e Flora, incrementado pelo Ministério do Ambiente, em parceria com o Governo da Huíla, foram desenvolvidas acções que conferem segurança ao parque.
A administradora garantiu que actualmente já não se pratica a caça, quer no interior, quer nos arredores do Parque Nacional do Bicuar, o que permitiu dar segurança e tranquilidade aos animais que habitam naquela reserva do país.
Cândida Ukali salientou que foi reforçada a fiscalização e a sinalização de algumas áreas, o que permite combater a caça furtiva no interior do parque. A direcção do Bicuar está também a usar métodos especiais nos lagos, situação que estimula o regresso de muitos animais. A caça furtiva era praticada por pessoas desocupadas. Para resolver a situação, muitos foram inseridos em cooperativas e centros de formação profissional, e receberam equipamentos do Executivo.
“Muitos desses cidadãos foram também inseridos em brigadas de fiscalização do parque, o que proporciona actualmente segurança aos animais”, disse a administradora municipal de Quipungo. O número de técnicos também aumentou e foram melhoradas as condições de habitabilidade e salariais dos mesmos.
O Parque Nacional do Bicuar tem 7.900 quilómetros quadrados e foi criado em 1953, com o objectivo de proteger e defender os animais selvagens. Está localizado numa zona limítrofe entre os municípios do Quipungo, Matala e Gambos.

Tempo

Multimédia