Províncias

Arranca na Chibia projecto de casas

Arão Martins| Chibia

As primeiras 40 casas de um total de 200, a serem construídas no município da Chibia, no quadro do programa de Fomento habitacional em todos municípios, começam a ser erguidas em princípio de Maio.
A garantia foi dada pela administradora municipal da Chibia, Otília Noloti, à margem da vista do governador provincial da Huíla, Isaac dos Anjos.

No município estão também em curso as obras de construção do Bairro Social da Juventude que ficam concluídas em Maio deste ano
Fotografia: Arimateia Baptista| Lubango

As primeiras 40 casas de um total de 200, a serem construídas no município da Chibia, no quadro do programa de Fomento habitacional em todos municípios, começam a ser erguidas em princípio de Maio.
A garantia foi dada pela administradora municipal da Chibia, Otília Noloti, à margem da vista do governador provincial da Huíla, Isaac dos Anjos.
Já foram realizados os concursos públicos e a empreiteira seleccionada trabalha para o começo das obras. Otília Noloti referiu que decorre até ao dia 31 do corrente mês, o loteamento dos terrenos.
Otília Noloti precisou que estão disponíveis numa primeira fase 60 hectares, a serem ampliados em função das necessidades da exigência do projecto. Na Chibia estão também em curso as obras de construção do bairro social da Juventude. As casas, num total de 40, ficam prontas em Maio.
As habitações estão a ser erguidas numa superfície de 1000 metros quadros, perfazendo um total de 40.000 metros quadro de espaço total de ocupação.
A área tem ainda quatro ruas no interior do bairro. O projecto vai minimizar a carência de moradias que ainda se vive no município.
O Programa de Combate à Pobreza no município da Chibia garantiu, em 2011, investimentos de 214 milhões de kwanzas em acções socais. “Com a construção de escolas, postos de saúde e residências para os técnicos, a manutenção de vias terciárias e principalmente a promoção da campanha agropecuária como base da sustentação das comunidades, foram as áreas que mais atenção mereceram no município”, disse.
Para este ano, Otília Noloti assegurou que as acções são as mesmas: “o pensamento é municipal e as acções são locais. No domínio do combate à pobreza e no melhoramento dos serviços de saúde, o programa é abrangente. O que se faz na sede do município é o que vai ser feito nas diferentes comunas”, afirmou.
Otília Noloti disse que no quadro do Programa de Desenvolvimento Rural de Combate à Pobreza, no município, 325 pessoas já aderiram aos programas de fomento do Comércio Rural. O programa já está desenhado.
O quadro estratégico está traçado com o envolvimento do vice-governador provincial da Huíla para o sector Económico, Sérgio da Cunha Velho.
Foi possível mobilizar empresários e outros cidadãos na execução do Programa de Fomento do Comércio Rural.
A produção de cereais de milho, massango e massambala no município da Chibia foi recuperada a 60 por cento, disse Otília Noloti. Lembrou que os camponeses do município da Chibia empenharam-se no cultivo de cereais  na primeira fase da campanha agrícola 2011/2012, mas que devido às chuvas muitas áreas foram destruídas.

Registo de crianças

Os dados de registo de nascimento no município estão a permitir a inserção de muitas crianças no sistema de ensino.  Os registos são animadores no  município Chibia  porque fizeram com que as crianças que não tinham acesso às matrículas e os jovens que não tinham acesso ao emprego e o ensino por falta de documentação, já têm a facilidade de obter o Bilhete de Identidade  e outros documentos  para a sua inserção ao mercado de emprego.

Tempo

Multimédia