Províncias

Aumenta o número estudantes

Arão Martins | Lubango

O número de escolas na Huíla aumentou nos últimos 13 anos de 600 para 1.826, com um total de 7.710 salas de aulas frequentadas por 855.689 alunos, disse ao Jornal de Angola o director provincial da Educação.

Autoridades locais envidam esforços para todas as crianças aprenderem a ler
Fotografia: Arimateia Baptista|Lubango

Américo Chicoti realçou que este crescimento fez com que  o número de aulas ao ar livre diminuísse e que as escolas, em todos os municípios, foram construídas ao a­brigo dos programas de Investimentos Públicos, de Desenvolvimento Local e Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza.
O director provincial referiu o programa de merenda escolar, que beneficia mais de 80 mil crianças do ensino primário, como outro reflexo da Independência Nacional.
O responsável mencionou igualmente como resultado dos 40 anos de independência o programa “Sim Eu Posso” de combate ao analfabetismo, frequentado actualmente por mais de 25 mil adultos, 52 por cento dos quais são mulheres
O Magistério Primário, Instituto Médio Politécnico da Humpata e da Escola Técnica de Saúde permite que mais jovens prossigam os estudos sem sair da província.

Vagos no Magistério

O Magistério Primário do Lubango  tem disponíveis 280 vagas para candidatos que pretendem abraçar a carreira docente, a partir do próximo ano lectivo, anunciou ontem o seu director.
Fernando Sakolela explicou que as  vagas  são para alunos que pretendem frequentar a escola pela primeira vez, mas também  para estudantes das classes subsequentes, isto é, da 10.ª à 12.ª classe.
“A escola entrega este ano ao mercado de trabalho a segunda leva de formados, apostando sempre na qualidade, no âmbito do Plano Nacional de Formação de Quadros”, sublinhou Fernando Sakolela, que acrescentou: “A nossa instituição quer lançar futuros quadros do I ciclo capazes de responder ao processo de ensino e aprendizagem, na perspectiva de que possam contribuir efectivamente no Plano Nacional de Desenvolvimento”.
No presente ano lectivo, que termina em Dezembro próximo, a escola tem matriculados 972 alunos da 10.ª à 12.ª classe, distribuídos em 26 turmas, cujas aulas são asseguradas por 77 professores, todos nacionais, disse Fernando Sakolela.
O Magistério Primário da cidade do Lubango, acrescentou o seu director, começou a funcionar em 2010 e até ao presente ano formou 360 professores.

Tempo

Multimédia