Províncias

Autoridades municipais apostam em obras sociais

Domingos Mucuta | Cacula

A construção e reabilitação de várias obras sociais estão a mudar a vida da população e a contribuir para a afirmação de Cacula, na província da Huíla, que ascendeu há três anos à categoria de município, com autonomia financeira e administrativa.

Sector da Saúde na região foi reforçado
Fotografia: Arimateia Baptista |Cacula

O município tem novos empreendimentos sociais, no quadro do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza. Escola primária, centros de saúde, armazéns agrícolas, cozinha comunitária, residência para técnicos e casa de função da Administração, sistema de captação e abastecimento de água acalentam as esperanças dos habitantes e transformam Cacula numa terra do futuro.
Uma escola primária com seis salas foi construída na comuna de Chituto. Trata-se da primeira infra-estrutura escolar construída de raiz na localidade, com capacidade para 500 crianças.  As escolas têm também um sistema de captação e abastecimento de água potável, com capacidade de bombear 25 mil litros por dia.
O director da escola, António Moco, realçou a importância da "Merenda Escolar", que tem contribuído para o processo de ensino e aprendizagem.
O sector da saúde no município foi reforçado com novos serviços. As unidades sanitárias dispõem de serviços de clínica geral, farmácia, pediatria e uma sala de testagem voluntária. Cinco técnicos garantem os primeiros cuidados aos pacientes.

Mais obras

O administrador de Cacula, Aurélio Firmino, disse que continuam a desenvolver acções no quadro dos Programas de Desenvolvimento Rural, Combate à Pobreza e de Investimento Público.
Outras infra-estruturas sociais estão em construção nas comunas. São erguidas dez casas evolutivas em cada comuna do município, uma repartição municipal e duas esquadras policiais.

Tempo

Multimédia