Províncias

Caluquembe ganha uma nova imagem

Estanislau Costa | Caluquembe

As principais avenidas da vila de Caluquembe, com cerca de três quilómetros de extensão, inauguradas pelo governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, tornaram o trânsito mais fluído e cómodo.

A construção de novas ruas e a reabilitação das antigas deu à sede municipal de Caluquembe uma imagem mais acolhedora
Fotografia: Arimateia Baptista|Caluquembe

A construção de novas ruas na vila e a reabilitação das antigas constam do projecto de urbanização do município, que prevê a colocação de lancis, passeios, sinalização horizontal e vertical, implantação de sistemas de drenagem das águas residuais, cuja fase inicial orçou em 90 milhões de kwanzas.
A administração municipal de Caluquembe, que executa o programa em parceria com construtoras locais, prevê atingir 20 quilómetros de ruas terraplenadas e asfaltadas. Foram já abertas novas ruas nos bairros  4 de Fevereiro, Etonga, Campo de Aviação, 25 de Abril e Camangando, cujas obras vão abranger algumas áreas suburbanas.
O governador, João Marcelino Tyipinge,  apelou aos administradores municipais a “pautarem-se por um tipo de trabalho inovador e exequível para dar nova imagem às vilas e torná-las mais acolhedoras, com a criação e renovação das vias, jardins, passeios e outras áreas de lazer e recreação”.
O administrador Arão Nataniel enalteceu a colaboração dos munícipes que facilitou a execução da primeira fase do programa de urbanização e requalificação da sede. “Os bairros têm, hoje, vias de acesso favoráveis aos serviços de socorros médicos, segurança e ordem pública e outros”.
Neste momento, disse, decorrem os trabalhos de limpeza dos novos acessos dos bairros, terraplenagem, projecção de plantação de árvores e espaços verdes.  “O envolvimento dos habitantes é fundamental para que seja rápido o surgimento de áreas arborizadas e benéficas para o estudo ou recreio”.

Iluminação pública

Etonga, um dos primeiros bairros dos arredores da sede de Caluquembe a ser abrangido pelo projecto de urbanização do município, está a beneficiar da implantação do sistema de iluminação pública.
O empreiteiro da obra, Manuel José, disse ao Jornal de Angola que a requalificação das vias do bairro prevê a instalação de mais de 70 postes, equipamento para o saneamento básico, jardins, incluindo a plantação de um grande número de árvores.
A obra, executada com fundos do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, está orçada em 30 milhões de kwanzas. A entrada em funcionamento do sistema de captação e distribuição de água potável no bairro da Tchisoca vai contemplar acima de 80 famílias que tinham de percorrer longas distâncias para acarretar o produto.
O sistema bombeia 3.000 litros/­hora e capta a água num poço de 80 metros de profundidade.
Inaugurado pelo governador João Marcelino Tyipinge, o sistema de captação de água, orçado em 8,5 milhões de kwanzas, resulta da materialização do Programa Água Para Todos, que está a minimizar a carência de água potável em várias povoações da província da Huíla.  Os munícipes de Caluquembe ­estão satisfeitos com a execução dos vários projectos que estão a dar à sede uma imagem mais acolhedora, bela e com capacidade e condições para atracção de quadros qualificados de outros pontos do país e do estrangeiro. O soba João Calupanhe a­firmou que existem já na localidade casas para acomodar os técnicos, novos terrenos para a autoconstrução dirigida, hospitais, escolas, antena do ensino superior e avenidas asfaltadas.
O Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, criado pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, disse, está a resolver os problemas do povo que vive nas sanzalas, povoações, aldeias e comunas.

Tempo

Multimédia