Províncias

Campanha de testagem prossegue no Lubango

Arão Martins |Lubango

Uma campanha de testagem voluntária de VIH/Sida começou  no dia 11  em diferentes congregações religiosas dos bairros da cidade do Lubango.

Uma campanha de testagem voluntária de VIH/Sida começou  no dia 11  em diferentes congregações religiosas dos bairros da cidade do Lubango.
Promovida pela União das Igrejas Evangélicas de Angola (UIEA), a campanha conta com a parceria da direcção provincial da Saúde e prevê testar mais de sete mil pessoas, até Abril do próximo ano.
O presidente da União das Igrejas Evangélicas de Angola, Eduardo Chiquete, recordou que o Mundo está a ser assolado, há mais de 30 anos, pela pandemia do VIH/Sida. “A pandemia enraizou-se nas pessoas e dividiu as opiniões, o que contribuiu para a propagação nefasta da doença e morte de milhares de pessoas”, disse, notando que esta doença leva à separação de famílias e abandono de mulheres e filhos.
Eduardo Chiquete sublinhou que Angola tem vindo a assistir ao desaparecimento de pessoas por causa do VIH/Sida. “A infecção pelo vírus do VIH/Sida criou condições para o seu alastramento, discriminação e estigma”, adiantou Eduardo Chiquete, que pediu aos membros da sua congregação a participarem no programa e contribuir para salvaguardar a saúde das famílias.
O presidente da União das Igrejas Evangélicas de Angola disse que a congregação, além de propagar o evangelho, também se preocupa com o bem-estar das familias.

Tempo

Multimédia