Províncias

Campanha de vacinação contra a peripneumonia

O chefe dos serviços municipais de veterinária na Chibia, província da Huíla, disse, ontem, que 71.596 cabeças de gado bovino foram vacinadas contra a peripneumonia contagiosa, dermatite nodular, carbúnculos hemático e sintomático desde Fevereiro passado.

Criadores tradicionais estão a aderir em massa às mangas de vacinação de gado bovino
Fotografia: Kindala Manuel

Aires Juvenal referiu que no mesmo período foram imunizados contra a raiva 222 animais de estimação, entre cães, gatos e macacos. “O processo decorre sem sobressaltos, numa altura em que os serviços de veterinária dispõem de 100 mil doses de vacinas antiperipneumonia, dermatite e carbúnculos, além de outras 500 vacinas anti-rábicas, que podem ser reforçadas em caso de necessidade.”
Aires Juvenal considerou positivo o comportamento dos criadores, por estarem a levar em massa os animais às mangas de vacinação existentes na circunscrição, para imunizar e tratar o gado contra as diversas patologias. Para a campanha, as autoridades veterinárias contam com o envolvimento de 15 técnicos, sendo cinco veterinários e dez tratadores de gado, que estão a desdobrar-se pelas comunas sede, Jau, Quihita e Capunda Cavilongo.
Para este ano, as autoridades do município de Chibia, cuja população se dedica maioritariamente à agropecuária, preconizaram vacinar 120 mil bovinos e 500 animais susceptíveis de contrair a raiva.
O chefe dos serviços municipais de veterinária considerou que a meta ainda pode ser atingida até ao final do mês em curso, altura em que a campanha encerra, caso os proprietários dos animais continuem a aderir ao processo. A localidade conta actualmente com um efectivo ganadeiro composto por 130 mil cabeças de gado e mais de mil animais de estimação.

Tempo

Multimédia