Províncias

Camponeses recebem sementes para melhorar nível de produção

Arão Martins | Lubango

Os camponeses associados em cooperativas, no município de Caconda, província da Huíla, estão a receber instrumentos de trabalho, sementes e fertilizantes no quadro do Crédito de Campanha.

Homens do campo associados em cooperativas estão a receber instrumento de trabalho
Fotografia: Arão Martins | Lubango

Os camponeses associados em cooperativas, no município de Caconda, província da Huíla, estão a receber instrumentos de trabalho, sementes e fertilizantes no quadro do Crédito de Campanha.
Numa primeira fase, foram abrangidos os camponeses da cooperativa “Seteka” e das localidades de Nova Mussão e Kanassi, que receberam sementes de  milho, feijão, massambala, massango e de hortícolas, como repolho, cebola, couve, alface e alho.
O administrador municipal de Caconda, Adão César, afirmou que os camponeses são apoiados no quadro do Programa de Combate à Fome e à Pobreza. Reconheceu que, apesar de terem sido abrangidas muitas cooperativas e associações de camponeses, ainda existem muitos camponeses que não foram abrangidos, por não estarem associados em cooperativa.
Adão César exortou os administradores comunais, autoridades tradicionais e líderes religiosos a sensibilizarem as famílias a organizarem-se em cooperativas para serem abrangidas pelos apoios que o Executivo, através da Direcção Provincial da Agricultura e Desenvolvimento Rural, está a desenvolver.
Maria Madalena é uma das camponesas abrangidas e pertence à Cooperativa Seteka: “estou feliz porque é a primeira vez que recebo sementes e instrumentos de trabalho do governo da província da Huíla, o que me vai permitir aumentar a produção.
Agora tudo farei para que as coisas corram bem”. A Cooperativa Seteka é maioritariamente composta por mulheres. Maria Madalena exortou as famílias abrangidas a redobrarem esforços para que em breve não haja pobreza nas comunidades abrangidas pelo programa.
José Pinho é um camponês de Kanassi e disse que a iniciativa é louvável, na medida em que vai contribuir para a melhoria da produção agrícola.
  O responsável da Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA) de Caconda, Emanuel Bongo, afirmou que as acções de assistência técnica e material estão a atingir  resultados positivos no município.
“As actividades, que visam, entre outras,  apoiar os camponeses, estão a decorrer  bem”.

Tempo

Multimédia