Províncias

Camponeses receberam instrumentos de trabalho

Arão Martins| Lubango

O Executivo disponibilizou em tempo oportuno às famílias camponesas da Huíla diversas quantidades de produtos agrícolas, entre sementes de milho, massango e massambala, para contrapor aos efeitos da seca na província, informou o director provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural, Pescas e Ambiente.

A Direcção Provincial da Agricultura pretende no próximo ano aumentar o leque de investimento e de obras a atribuir à Mecanagro
Fotografia: Arão Martins | Lubango

Lutero Campos, que falava na tradicional cerimónia de cumprimentos de fim de ano, lembrou que foram ainda distribuídas a mais de 300 mil famílias instrumentos de trabalho e fertilizantes e disse que a Direcção Provincial da Agricultura, por orientação do Governo Provincial, distribuiu técnicos em 16 aldeias para um acompanhamento directo da produção dos campos agrícolas.
Qualquer irregularidade que se registar na produção e colheita em qualquer aldeia, disse, os técnicos têm a missão de informar as autoridades para a tomada de medidas.
O director provincial da Agricultura informou que a estiagem prolongada durante a campanha agrícola 2012/2013 afectou não só as culturas, como também aumentou o estado de vulnerabilidade em milhares de famílias, mas mostrou-se confiante quanto à presente época agrícola para a qual foram disponibilizados 605.304 hectares.

Anos anteriores


Lutero Campos afirmou que ainda predomina a modalidade manual e de tracção animal. Em relação aos anos anteriores, o responsável disse que houve uma interacção positiva do subsector mecanizado. A Direcção Provincial da Agricultura pretende, no próximo ano económico, aumentar o leque de investimento e de obras a atribuir à Mecanagro, que demonstrou ser capaz de liderar o mercado da mecanização agrícola.
“Precisamos também, junto da Federação das Associações e Cooperativas de Camponeses (UNACA) na Huíla, criar sinergias para que o trabalho conjunto crie um valor acrescentado no produtor”, disse. O director provincial da agricultura anunciou que os perímetros irrigados da Matala e Chibia, nos quais os Conselhos de Administração já funcionam, vão solicitar às pessoas interessadas no próximo ano no sentido de fazerem parte de alguns encontros decisivos, de modo a vincar a actuação junto do produtor na campanha agrícola em curso e que nos seus investimentos haja uma participação do Governo Provincial em tempo oportuno.
 O incentivo aos produtores das novas variedades para a multiplicação das culturas de rama de batata-doce para suprir as carências alimentares e nutricional, constitui aposta para o novo ano da Direcção da Agricultura.A melhoria das estufas é outro compromisso assumido pelo director provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural, Pesca e Ambiente na Huíla.O director provincial da Agricultura disse que é dada uma grande atenção ao fomento pecuário com as administrações municipais, no quadro do programa de combate à pobreza. Lutero Campos salientou que o fomento pecuário vai ter uma grande participação da Estação Zootécnica da Humpata (20 quilómetros a oeste da cidade do Lubango), que conhece actualmente momentos áureos da sua reabilitação.

Acções várias

A preservação dos recursos biológicos aquáticos é enaltecido com a produção do pescado em cativeiro, pois, só assim se consegue fazer ressurgir a economia no seio dos pescadores e das comunidades.
“Vamos incentivar a aquicultura com a construção de tanques”, disse, apelando ao bom senso nos investimentos dos administradores municipais para aumentar também os índices de captura.
Acções que visam desencorajar o corte de árvores nos municípios da província da Huíla constam das acções a serem também desenvolvidas pela direcção da Agricultura.
Um redobrar de esforços é evidenciado no próximo ano, tendentes a uma maior participação, divulgação das efemérides ambientais com acções de educação ambiental. Uma das acções a realizar prende-se com a educação na exploração dos renitos grosseiros e dos granitos, isto é, os areeiros e pedreiras, que devem incidir não apenas nas escavações, mas também nas reparações dos poços escavados.

Tempo

Multimédia