Províncias

Candidatos são submetidos a exames para ocupar vagas

O sector da Educação da província da Huíla deu já início ao processo de selecção de professores, no quadro do concurso público para a admissão de novos técnicos do sector, ao submeter os candidatos a exames, nos diversos municípios.

No município da Matala, 1.600 candidatos inscritos para o concurso público de admissão de novos professores foram submetidos aos exames, na sexta-feira, como informou o administrador municipal, Miguel Paiva Vicente.
Miguel Vicente disse que os candidatos concorrem para 60 vagas disponíveis para o município, afirmando que a iniciativa é louvável, mas que o número de vagas não satisfaz as necessidades do sistema de ensino da região.
Miguel Vicente referiu que a Matala possui mais de 1.400 professores, mas este número está a diminuir em consequência das transferências, mortes, reformas e junta médica, deixando muitas localidades com carência de agentes. No município de Quipungo, 1.619 candidatos estão inscritos para o concurso público no sector da Educação, para apenas 51 vagas disponíveis.
O director municipal da Educação, Malongo Watchaipo, confirmou a realização de provas de admissão na sexta-feira, sendo que os resultados são afixados nos próximos tempos.
O município de Quipungo dista 120 quilómetros a leste da cidade do Lubango, capital da província da Huíla.

Tempo

Multimédia