Províncias

Capunda Cavilongo tem novo hospital

Arão Martins | Capunda Cavilongo

O edifício do novo hospital de Capunda Cavilongo está já concluído, constatou o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, numa visita àquela localidade.

Com a entrada em funcionamento do novo hospital estarão garantidas melhores condições de atendimento médico das populações que antes percorriam longas distâncias em busca de assistência
Fotografia: Arimateia Baptista|Capunda Cavilongo

O edifício do novo hospital de Capunda Cavilongo está já concluído, constatou o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, numa visita àquela localidade.
A unidade, que está a ser erguida com fundos do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, aguarda agora pela instalação dos equipamentos.
Construído em 100 dias, o hospital vai ter capacidade para internar 30 doentes, inclui salas de espera de curativos e pequenas cirurgias, consultas pré-natais, parto e pós-parto.
Está também reservada uma área para o Programa Alargado de Vacinação, puericultura, doenças de transmissão sexual e planeamento familiar. O administrador comunal de Capunda Cavilongo, José Muatchipandi, disse que com a entrada em funcionamento do novo hospital, a população vai passar a ser atendida em melhores condições.
Muatchipandi reconheceu que a estrutura não é suficiente para atender a população local, numa região que conta apenas com seis postos médicos. A comuna de Capunda Cavilongo faz parte do município da Chibia. “Estamos satisfeitos porque dentro de dias entra em funcionado o novo hospital, que vai conferir também outro visual à sede comunal de Capunda Cavilongo que está a ser reconstruída com o programa de combate à fome e à pobreza”, disse o administrador, apelando à celeridade da empresa responsável para dotar o hospital dos equipamentos indispensáveis ao seu funcionamento.  O governador João Marcelino Tyipinge anunciou, para breve, o início da reabilitação das pontes sobre os rios Calungondo, Cassululo e Cangolo, para facilitar a circulação de pessoas e bens.
O abastecimento de água potável aos habitantes das localidades e Tchicuatiti e Lufinda, município da Chibia, foi reforçado com a inauguração de dois novos sistemas de produção, tratamento e distribuição, que vão beneficiar um total de cinco mil consumidores.
Inaugurados pelo governador João Marcelino Tchipingue, os novos empreendimentos, que estão equipados com um sistema capaz de retirar água até uma profundidade de 40 metros e bombear cinco mil metros cúbicos por hora, funcionam com painéis solares e estão acoplados a dois chafarizes. 
Além da abertura de novos chafarizes, também foram construídas várias lavandarias. O administrador da Lufinda, Honorato Almeida, disse que, actualmente, a comuna possui quatro fontanários. Um total de 19 residências já dispõe de ligações domiciliares, no âmbito do projecto “Água para Todos”.

Tempo

Multimédia