Províncias

Casas sociais entregues no município de Cacula

Arão Martins | Cacula

Um total de 30 casas sociais e económicas construídas na sede municipal de Cacula, a cerca de 87 quilómetros da cidade do Lubango, foram entregues ontem ao governo provincial da Huíla.

Cacula atravessa uma fase de desenvolvimento social acelerado com a construção de infra-estruturas
Fotografia: Arão Martins

No mesmo dia, o governador João Marcelino Tyipinge recebeu, simbolicamente, as chaves de uma residência com quatro quartos destinada ao administrador municipal adjunto de Cacula, bem como de 20 outras habitações, das 200 construídas no âmbito do Programa de Fomento Habitacional, além de dez casas económicas para os funcionários públicos financiadas pelo Programa de Investimentos Públicos.
O administrador adjunto de Cacula, Aurélio Firmino, felicitou o Governo central e as autoridades provinciais pela construção de infra-estruturas sociais no município.
Aurélio Firmino lembrou que o governo provincial continua a investir na urbanização, vias rodoviárias, abastecimento de energia eléctrica e água potável, serviços de saúde, educação e agro-pecuária.
 “Estamos certos que as necessidades são imensas e os recursos são escassos, mas conscientes de que se pode resolver as coisas uma de cada vez”, disse o administrador municipal.
Três anos depois de ascender à categoria de município, Cacula está a atravessar uma fase de desenvolvimento económico e social acelerado, com a construção de várias infra-estruturas, como escolas primárias, centros de saúde, armazéns agrícolas, cozinhas comunitárias, residências para técnicos e funcionários públicos. Além disso, já dispõe de um sistema de captação e  distribuição de água.
O governador da Huíla, João Marcelino Tyipinge, sublinhou que o município de Cacula é importante para o desenvolvimento sócio-económico da província, tendo em conta a sua localização geográfica e o potencial agro-pecuário.
 Cacula está localizada numa área charneira entre as províncias da Huíla, Benguela, Huambo e Namibe, ­favorecendo o comércio regional. Apesar de ser o município mais novo da Huíla, o governador afirmou que Cacula ganhou muitas infra-estruturas num prazo curto, mas adiantou que vai merecer ainda mais atenção das autoridades.
 A sede municipal dispõe, além das casas inauguradas, um bairro social para a juventude, construído no quadro do Programa “Angola Jovem”. Em breve, são entregues 60 casas.

Tempo

Multimédia