Províncias

Centralidade da Quilemba abre ao público em 2019

Arão Martins | Lubango

As 840 casas construídas na centralidade da Quilemba, situada a 15 quilómetros da cidade do Lubango, província da Huíla, começam a ser comercializadas em 2019, informou  ontem à imprensa o vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estruturas local, Nuno Ndala.

Centralidade tem 840 casas e está situada a 15 quilómetros da cidade do Lubango
Fotografia: Arão Martins |Edições Novembro

O governante,  que revelou o facto no final de  uma visita efectuada pelo governador provincial, Luís Nunes, à centralidade, disse que as vendas serão feitas faseadamente. "Constatamos que as obras da estação de tratamento de águas residuais, da estação elevatória esgotos e da estação de bombagem de água, estão em bom andamento  e poderão terminar no princípio do próximo ano. Portanto, tão logo estejam concluídas começaremos a comercializar as residências”,  assegurou.

A centralidade conta já com um centro de saúde  e várias  escolas,  das quais uma será entregue à Faculdade de Medicina  da Universidade Mandume Ya Ndemufayo. “O governo está a criar as condições para que na altura em que começarem a ser vendidas as casas, as escolas e centros médicos,  estejam  devidamente  apetrechadas e a funcionar”, garantiu.
A centralidade da Quilemba está localizada na comuna com o mesmo nome e comporta diversas áreas  para  a actividade comercial, esquadras de polícia, centros religiosos, quartel de bombeiros, entre  outras infra-estruturas.

Tempo

Multimédia