Províncias

Centro de saúde de referência é construído em Caluquembe

Arão Martins | Caluquembe

A população de Caluquembe vai passar a dispor, a partir do próximo dia 4 de Fevereiro, do primeiro centro municipal de saúde de referência, com capacidade para internar 48 doentes.

Enquanto decorrem as obras a população é atendida no antigo posto de saúde
Fotografia: Arão Martins | Caluquembe

A população de Caluquembe vai passar a dispor, a partir do próximo dia 4 de Fevereiro, do primeiro centro municipal de saúde de referência, com capacidade para internar 48 doentes.
O centro foi construído na sede municipal, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural e de Combate à Fome e à Pobreza, e custou à administração municipal 20 milhões de kwanzas.
A unidade sanitária dispõe de salas para bloco operatório, curativos, consultas externas, banco de urgência, farmácia e armazém de medicamentos, além de um alpendre para albergar os doentes e familiares. O responsável da secção municipal da Saúde, Joaquim Muhanda, referiu que a prestação de cuidados médicos apenas era feita no Hospital da Igreja Evangélica Sinodal de Angola (IESA), mas agora com a entrada em funcionamento do primeiro centro de saúde no município, vai haver opção de escolha.
O centro vai dispor de áreas que vão permitir proporcionar uma assistência sanitária aceitável à população, estimada em cerca de 200 mil habitantes. Além dos medicamentos essenciais adquiridos no quadro do processo de cuidados primários de saúde, existe uma verba para a aquisição de medicamentos para todos os postos de saúde.
O município de Caluquembe tem 23 unidades sanitárias com um total de 117 funcionários, dos quais 66 técnicos. Joaquim Muhada sublinhou que o município ainda não dispõe de um médico e destacou a importância da colocação de um, residente, além do reforço dos técnicos.
A malária é a doença de maior incidência, seguida pelas diarreicas agudas e infecções respiratórias agudas.

Tempo

Multimédia